14 de mar de 2012

13/03/12-A dieta de sempre...e para sempre..



Hoje, um dia mais feliz. Quando como um pouquinho. Quer dizer comi muitas frutas ontem, muito suco. Hoje é o dia de comer em pequena quantidade uma alimentação típica. Bolachas de água e sal. Arroz, um pedaço de carne, saladas, sopas. Enfim, um pouco de alegria para o gordo. Um pouco, repito.

Fiz a dieta, sem atropelos. Muuuuuuuuuuuuuito calor! Pior que ontem. Quem aguenta. Minha pressão sobe, sou hipertenso. Tomo os remédios, bebo muita água. Não fumo, não bebo. Esta é a minha salvação. Mas como, e muito! Ou comia, porque estou de dieta. Eterna, por sinal. Porque mesmo depois de atingir o peso que quero. Vou ter que continuar comendo pouco. Ou seria normal, na verdade.

Somos vítimas da quantidade. Gordo gosta de quantidade. A quantidade é que nos mata porque é como droga, depois de um tempo é preciso muito para dar a mesma saciedade, e por isso, o buraco parece sem fundo.

Vamos costurar o fundo com uma agulha imaginária. Sei que alguns estão costurando o estômago, o que não aconselho, mas respeito o desejo e necessidade de cada um.

No mais foi isso, que venha a dieta de sempre...e para sempre.

Abraço, continuem comigo!

Um comentário:

  1. Isabela Magalhães21 de março de 2012 13:25

    Você deveria fazer uma dieta realmente saudável. Quando a costurar o estomago, nao recomendo, mas colocar um balão, talvez fosse sua solução. Sou Médica, formada pela USP. Tenho 1,75 de altura e já atingi os 99kgs. Hoje Peso 56. Pura dieta: salada, ovo cozido e suco de melancia, perdi 43kgs em 4 meses. Beijos

    ResponderExcluir