9 de mar de 2012

07/03-Com o mago, mas sem magia.

Dia normal de dieta. Sem maiores, nem menores novidades. Estou lendo a biografia do Paulo Coelho, escrita por Fernando Morais, “O Mago”. Algo bom para distrair das agruras de uma dieta, é uma boa leitura. Eu adoro biografias.

O dia inteiro passa lentamente. Como frutas entre refeições para amainar a fome. Estou com o mago mas sem magia para emagrecer! E tome fruta! Mas, Deus! Chega a enjoar. Faz bem a saúde, mas o paladar fica incomodado o dia inteiro comendo frutas por mais diversas que sejam. Eu, ao menos, sou assim. E o calor, as dificuldades do dia e sua tensão. Tudo corrobora para tornar o exercício de dieta mais complicado. Disciplina. É tão difícil ter.

A noite sinto muita fome. E pior que fome, sinto vontade de comer. Vontade de deleitar o paladar com sabores realmente saborosos. Você fica se contorcendo como uma fera enjaulada. Um vicimida (viciado em comida) não precisa de fome para comer. Mas, com fome tudo fica pior!

E cada erro, qualquer deslize, pode por tudo a perder, porque não vem sozinho. Alcoólatra não pode tomar um gole, porque não fica no gole. Vicimida também não pode pegar um “teco” de comida, porque não pára por aí!

Avante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário